Ando por aí, por esse mundo imenso, de folha em folha...
Segunda-feira, 05 de Outubro de 2009

Hoje, 5 de Outubro, minha mãe faria 94 anos.  Partiu há 30 anos, tinha meu filho mais novo somente um ano de idade.

 

Em apenas 5 meses largou em  terra um neto recém nascido, outra neta da sua eleição, um emprego, uma família, os seus cigarros, um estado de saúde aparentemente bom e embarcou debaixo de um sofrimento, de um cheiro, de uma cor, impossível de descrever:- quer pela dor que lhe causou quer pela dor que me deixou.

 

O cancro é devorador!  Hediondo!  Mas lá atrás, em 1979, deixava-se SOFRER tanto.  Era um tinha que ser... dizia o médico...

 

Amiúde penso: a morfina estava ali - a coragem faltou-me.

 

Ela tanto me pediu...

 

Um beijo, minha mãe. Até lá.

publicado por mariadoscaracois às 16:37
sinto-me: luto,

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 




mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30
31


Últ. comentários
nuncxa sei se podemos acreditar em tudo qo ue lemo...
Boa tarde,Deparei-me agora com o seu blog, uma vez...
Olá:Há poucos anos atrás encontrei um pardalinho, ...
http://reflexoes-masculinas.blogspot.com.br/2011/1...
The man is a Piece of Shit! How he ever became a ...
nos achamos um pardal telhado e nao sabemos o que ...
Uma carta escrita por uma mulher extremamente inte...
Quando assistia a reportagem da Estela no JO eu ja...
Bom dia:Gabriel, diga-me por favor, quantas doença...
Tem todo o direito ao seu protesto mas deveria pen...
arquivos
subscrever feeds